Educando Filhos Para Empreender Código: 730957

  • João Kepler Braga
SER MAIS EDITORA
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 5 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • João Kepler Braga
ISBN9788594550064
Numero de Páginas200
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraSER MAIS EDITORA
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

"Antes mesmo do nascimento de um filho os pais (inevitavelmente) fazem planos, idealizam a relação, sonham com o futuro dos pequenos e na grande maioria das vezes acabam protegendo demais as crianças que se perdem quando precisam seguir seus próprios caminhos. No fundo o que todo pai realmente quer é que seu filho seja feliz e isso significa que nem sempre ele irá seguir seus passos ou fazer as mesmas escolhas que os pais. Não entenda essa obra como um simples manual, afinal, não existem regras e receitas prontas quando se trata de educar os filhos. O que você leitor irá encontrar são exemplos práticos que resultaram de erros e acertos de um pai que acredita e explica porque as crianças devem adotar desde cedo um estilo de vida empreendedor . Chamo de estilo de vida porque empreender não se limita a realizações de ações profissionais, mas um verdadeiro empreendedor é ousado, consciente, curioso, disposto e convicto do seu papel na sociedade. E se seu filho (ainda) não apresenta tais car acterísticas, não se preocupe. A boa notícia é que assim como quase tudo na vida, com boa orientação e direcionamento ele pode se tornar um autêntico empreendedor. Aliás, é justamente este o papel dos pais: indicar os melhores caminhos e dar condiçõe s reais para que os filhos façam suas próprias escolhas. Está na hora de "furar" a bolha da superproteção e começar a enxergar seu filho com outros olhos, respeitando seus limites, suas escolhas e seus erros."
Minha Conta