Ideologia do Branqueamento nas Telenovelas Brasileiras Código: 739763

  • Maureci Moreira de Almeida
PACO EDITORIAL
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 12 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Maureci Moreira de Almeida
ISBN9788546205363
Numero de Páginas216
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraPACO EDITORIAL
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

Esta obra tem como foco a questão do racismo no Brasil que ecoa nas telenovelas brasileiras, por meio da ideologia do branqueamento. Nesse sentido, procura compreender o porquê da pouca presença negra no contexto e no enredo das telenovelas brasileir as. À vista disso, esta obra busca discutir como as telenovelas representam os negros, e quais as possíveis consequências disso no processo de identificação racial desse grupo. Uma vez que, sempre se acreditou na ideia de que não haveria problemas ra ciais no Brasil. Por outro lado, há que se reconhecer que a cultura afro-brasileira, mesmo que muitas vezes negada e tratada de forma estereotipada, está presente nas telenovelas, mas sem o problema do racismo ser abordado abertamente. Esta obra real iza, a partir do que é veiculado pelas telenovelas, uma reflexão sobre o alcance da ideologia do branqueamento. Como exemplo desse alcance, é analisada a novela da Rede Globo “Lado a Lado”, de 2012, como uma produção que destacou a história do negro na cultura brasileira, mas que não escapou a ênfas dada ao branqueamento.
Minha Conta