Constitucionalismo na América Latina, O: A Refundação do Estado e as Epistemologias do Sul Código: 751322

  • Thiago Burckhart
PRISMAS
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 25 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Thiago Burckhart
ISBN9788555074004
Numero de Páginas234
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraPRISMAS
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

Nas últimas décadas a América Latina passou por profundas transformações sociais, políticas e econômicas. Essas transformações passaram a produzir efeitos na esfera jurídica, sobretudo no que tange ao direito constitucional, com a promulgação de nova s constituições após um período marcado pelo autoritarismo político-institucional. Nesse processo que ficou conhecido como novo constitucionalismo latino-americano, as recentes constituições do Equador (2008) e Bolívia (2009) são as que mais inovam e m termos político-constitucionais, trazendo uma série de inovações que são desafios para a teoria constitucional e a sociologia jurídica, mas que se colocam como grandes contribuições para o patrimônio comum do constitucionalismo democrático. Nesse s entido, este trabalho tem por objetivo analisar, a partir da sociologia jurídica, antropologia jurídica e epistemologias do sul, mas com especial preocupação com a teoria constitucional, o processo de formação do novo constitucionalismo latino-americ ano e suas implicações no cenário político e constitucional, sobretudo no que tange às epistemologias do sul e à refundação do Estado, tomando-se como marco teórico principal Boaventura de Sousa Santos.
Minha Conta