Mandado de Injunção, Diálogos Constitucionais e o Papel do Stf Código: 741688

  • Renata de Marins Jaber Maneiro
JURUA
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 9 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Renata de Marins Jaber Maneiro
ISBN9788536262673
Numero de Páginas178
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraJURUA
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

A presente obra teve por objetivo investigar se a eleição de uma teoria de diálogos constitucionais aplicável ao man­dado de injunção é algo que se agrega positivamente à sua finalidade de garantia de concretização da transformação social consubstanc iada na CR-88. Para tanto, o primeiro capítulo se destina à apresentação do instituto do mandado de injunção, apontando seus aspec­tos gerais relevantes, a evolução da jurisprudência no que se refere ao conteúdo da sentença, além da enunciação de po ntos pendentes de pacificação ou devida apreciação pela Corte. Na sequência, o segundo capítulo desenvolve o marco teórico do constitucionalismo dialógico, com a extração de seu conceito, delimitação de seus contornos, demonstração de seus objetivos e atributos, e sistematização das teorias dialógicas. O terceiro capítulo está voltado à análise de alguns cases em que seja possível observar indícios do constitucionalismo dialógico na jurisprudência do STF, que vem utilizando diferentes estratég ias no julgamento do MI. No último capítulo, os esforços foram direcionados à eleição de uma teoria dialógica que se identifique com o writ em cotejo, além do seu remodelamento nos aspectos ainda controvertidos ou pendentes de melhor apreciação pela Corte. Finalizou-se com a proposta de uma nova técnica de julgamento que seja favorável à concretização do diálogo constitucional.
Minha Conta