Dinâmicas de Atuação do Sistema de Justiça Criminal Código: 730613

  • Lorena Santiago Fabeni
LUMEN JURIS
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 7 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Lorena Santiago Fabeni
ISBN9788584404933
Numero de Páginas328
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraLUMEN JURIS
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

A presente leitura que ora nós oferecemos é importante por pelo menos dois motivos inspiradores, um porque revela a produção científica que pesquisadores de diversas áreas e localidades que preocupados com a atuação do sistema de justiça, vem realiza ndo pesquisas importantes nesse contexto a dois porque esta obra é fruto do esforço coletivo do grupo de pesquisas Direito Penal e Democracia, que reúne professores-pesquisadores de várias áreas do conhecimento, que preocupados em refletir e oferece r possíveis estratégias ou soluções criativas para o caótico sistema de justiça, reúnem-se em torno desse foco para realizar encontros de estudos, seminários e pesquisas que culminam com a produção dessa obra. Para melhor inspirar o leitor/a dividimo s a obra em três partes que inicia com uma reflexão dogmática a respeito da dogmática do Direito Penal, oferecendo reflexões críticas que nos auxiliam a descortinar a realidade jurídica e onde se encontram os gargalos para avançarmos rumo à consolida ção dos direitos humanos, inerentes à pessoa humana, que nos parece está sendo transformada em um não-humano, dada as atrocidades que descortinamos diariamente, muitas vezes tomando nossas refeições na segunda parte, damos ênfase à vítima e seu opre ssor, de maneira a oferecer ao leitor condições para ir para além da demonização do agressor e revelar que ambos fazem parte de um sistema que privilegia comportamentos violentos e antagônicos, justamente pela equivocada visão de vê-los isoladamente, como adversários na terceira parte fechamos o raciocínio revelando as dinâmicas de atuação do sistema de justiça a partir de algumas perspectivas e revelando que algumas soluções são possíveis, que não aquelas pautadas na prisionização como ferrame nta eficaz para fazer frente a crise paradigmática do sistema de justiça contemporâneo e por fim mas não concluindo, temos a quarta parte que oferece uma reflexão sobre a punição como estratégia falida para a consolidação do direitos humanos. Desta feita apresentamos nossas angustias diante do sistema de justiça, mas também refletimos a partir de uma lógica humanista que existem soluções criativas a serem experienciadas, desde que tenhamos coragem e ousadia para fazer diferente, tendo como refe rência o respeito aos direitos humanos em toda sua dimensão. Boa leitura!
Minha Conta