Desafios da Educação Matemática Inclusiva: Práticas - Vol.2 Código: 766485

  • Ana Lucia Manrique
LIVRARIA DA FISICA EDITORA
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 7 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Ana Lucia Manrique
ISBN9788578613495
Numero de Páginas192
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraLIVRARIA DA FISICA EDITORA
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

Este livro corresponde ao segundo volume de uma obra elaborada no âmbito do projeto Desafios para a Educação Inclusiva: Pensando na formação de professores sobre os processos de domínio da Matemática nos anos iniciais da Educação Básica. Tal como o p rimeiro volume, assume a perspectiva de uma educação inclusiva simultaneamente como meta e critério de aferição das práticas educativas. Assim, o livro reúne um conjunto de textos elaborados por professores que participaram no projeto e que refletira m sobre as suas próprias práticas de ensino e formação. Já o primeiro volume foi dedicado à formação de professores, em contextos mais e menos formais. Comecemos por sublinhar que a educação inclusiva só é possível se o professor assumir o seu papel de acolher cada aluno, na sua diversidade, pluralidade de contextos, características e expectativas. O professor encontra-se, a partir daí, perante a tarefa difícil de fazer com que cada aluno se sinta pertença da turma, sujeito e agente de acolhimen to, independentemente de quem é, das suas limitações, possibilidades e circunstâncias. Essa diversidade deve ser encarada de forma abrangente: desde o aluno que manifesta dificuldades de aprendizagem até ao aluno que revela capacidades acima das cons ideradas normais. Cada um tem o seu lugar e todos devem ser bem acolhidos pelo professor e pelos colegas. A escola, como espaço de construção de conhecimento e desenvolvimento de valores, assume desse modo um papel fundamental na construção de uma so ciedade mais tolerante, democrática e ela pró- pria inclusiva. A compreensão do outro, das suas opções e necessidades, é um elemento constitutivo da noção de tolerância e da aceitação da diferença. Para o professor o conhecimento sobre os alunos é um dos elementos essenciais para o bom desempenho no acolhimento da diversidade. Estratégias como o trabalho em grupo ou em pares na sala de aula podem ser utilizadas para estimular uma prática de ensino da matemática mais inclusiva em que diferentes a lunos em conjunto realizam a mesma tarefa e nela crescem uns com os outros. Aprender no grupo e com os colegas pode traduzir-se em momentos de aprendizagem muito ricos, em que os alunos se responsabilizam pelo cumprimento do trabalho e por cada um do s seus colegas. Na escola assistimos muitas vezes à segregação de alguns alunos, mesmo quando praticada com intenção benigna por parte dos dirigentes e professores envolvidos. De facto, a criação de espaços de recuperação de alunos com aprendizagens
Minha Conta