Elites Regionais e Escola Pública Primária Código: 713384

  • Cesar Augusto Eugenio
CRV
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 40 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Cesar Augusto Eugenio
ISBN9788544406854
Numero de Páginas258
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraCRV
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

A educação primária é um tema de importância crescente na atualidade. Desde a aprovação da nossa última Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, em 1996, até a recente aprovação do Plano Nacional de Educação, em 2014, ela vem sendo cada vez ma is reconhecida e valorizada como direito social. Esse movimento, no entanto, implica não apenas na participação social para que sua ampliação seja efetivada, mas na necessidade de compreendermos historicamente esse nível de ensino e suas peculiaridad es regionais. É preciso, portanto, voltarmos ao final do século XIX, quando houve a emergência do regime republicano e, em seu bojo, a defesa da educação como instrumento de transformação social. A escola pública passou a ser uma instituição-chave no processo de construção de um novo país. O Brasil todo, e particularmente o estado de São Paulo, assistiu a criação dos Grupos Escolares, com novos prédios e uma nova estrutura administrativa. Surgiram sujeitos como o diretor e do inspetor de ensino, além de toda uma rotina disciplinadora do cotidiano escolar. A coletânea organizada pelos professores Mauro Castilho Gonçalves e Cesar Augusto Eugenio visa lançar luz sobre esse processo, elucidando a configuração da escola primária no Vale do Paraí ba paulista e fluminense, incluindo os municípios de São Luiz do Paraitinga e Ubatuba, no período que vai do final do século XIX até os anos 1940. Nesse cenário, emergiram as elites locais e suas redes de organização e disputa, fazendo da criação e e xpansão da escola pública um objeto de interesse. Trata-se, portanto, de uma leitura pertinente não apenas para pesquisadores do tema, mas para todos que querem conhecer um capítulo importante da nossa educação.
Minha Conta