Indisciplina Escolar: O Que Pensam os Professores? Código: 747661

  • Antonio Batista Alves Neto
CRV
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 40 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Antonio Batista Alves Neto
ISBN9788544412824
Numero de Páginas176
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraCRV
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

Nesta obra os autores tiveram como objetivo verificar as representações sociais de pedagogos(as) sobre indisciplina escolar. A investigação dessa temática é importante pelo fato de a escola ainda estar carente de reflexões e práticas acerca do proble ma da indisciplina. Além disso, os professores se deparam frequentemente com situações que envolvem embates sobre indisciplina escolar, o que requer a necessidade de lidar adequadamente com tais situações. Para dar conta deste desafio, os autores uti lizaram como base teórico-metodológica a Teoria das Representações Sociais. Realizaram ainda uma revisão teórica sobre a história da formação do pedagogo considerando alguns aspectos legais que determinaram o processo de formação desse profissional n o Brasil, bem como buscaram resgatar o conceito de indisciplina no contexto escolar. Os resultados da pesquisa demonstram que as representações sociais das pedagogas sobre indisciplina no Ensino Médio estão centradas na figura do aluno, o qual é desc rito como indisciplinado quando se recusa a desenvolver atividades e/ou que comete agressões físicas e verbais. Constataram ainda a frequente responsabilização da família pelo problema, juntamente com outros setores, o que revela uma desresponsabiliz ação da função da escola em participar do processo educativo de seus alunos. Os autores concluíram que a indisciplina escolar é um problema multicausal, não podendo ser reduzido a um ou outro fator ou conceito, mas sim a um conjunto de fatores que po dem gerar, ou evitar, momentos de indisciplina. Observaram também, que as práticas escolares estão carentes de fundamentação teórica sobre o conceito de indisciplina, o que acarreta em problemas ou ações ineficazes no momento em que alguma medida pre cisa ser tomada por parte dos professores.
Minha Conta