Formação do Homem Moral em Sêneca, A: Pressupostos Educativos na Contemporaneidade Código: 743299

  • Rosana Vasconcelos Vito
APPRIS EDITORA
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 30 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Rosana Vasconcelos Vito
ISBN9788547302580
Numero de Páginas133
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraAPPRIS EDITORA
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

"A obra de Rosana Vasconcelos Vito constitui um parâmetro entre alguns conceitos da educação senequiana e os pressupostos educativos contemplados no relatório Delors para a Unesco. O texto teve como objetivo apresentar a importância da formação moral do homem independentemente do seu tempo histórico. Para tanto, a realização deste escrito aborda alguns pressupostos educativos da formação senequiana e do relatório Delors, que, apesar de se assemelharem nos conceitos, trazem especificidades muito distintas em seu bojo. Ao longo da história, a educação sempre foi percebida como forma de mudança, seja ela pessoal, econômica, política ou social. Ainda, sempre apresentou intensões que abarcam a necessidade de formação do homem para atender a soci edade. Com isso, no primeiro século, Sêneca, ilustre filósofo e educador do imperador Nero, visou à formação do homem simplesmente para ser feliz. Era um momento de muita turbulência social em Roma, quando a infelicidade, os vícios e as paixões adoec iam o homem, afastando-o da felicidade. Em pleno século XXI, esses vícios e paixões estão presentes na sociedade, porém, com a força de um sistema neoliberal e a indigência do capitalismo, a formação do homem recebe instruções de “como deve ser o des envolvimento acadêmico, a formação dos professores, os níveis de estudo e tudo mais que necessita para responder a demanda da sociedade vigente”. Essas instruções são apresentadas no relatório Delors para a Unesco, e são entendidas como caminho norte ador da educação para atender os preceitos de “um planeta cada vez mais povoado” e que precisa de boa formação para evitar conflitos. Nesse sentido, o relatório Delors ressalta aspectos educativos que se subentende que estão explícitos na formação mo ral do homem. Mas se nos ativermos à necessidade de educar para evitar conflitos sociais e responder à demanda de uma sociedade em pleno desenvolvimento que precisa de “força de trabalho”, poderíamos também almejar a essência de Sêneca na busca pela felicidade do homem? A educação dentro de uma sociedade que se apresenta cada vez mais competitiva, devido à sua própria demanda, não seria o gatilho para desencadear mais conflitos? Afinal, que tipo de educação precisamos no século XXI?"
Minha Conta