Heranças Guardadas e Transições Ponderadas: História Econômica Do Interior Paulista Código: 1077104

  • Lélio Luiz de Oliveira
ALAMEDA CASA EDITORIAL
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 15 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Lélio Luiz de Oliveira
ISBN9788579393082
Numero de Páginas199
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraALAMEDA CASA EDITORIAL
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

No município de Franca (estado de São Paulo), entre os anos de 1890 a 1920, a dinâmica da cafeicultura ligou a região ao mercado externo, porém, ao mesmo tempo, sem se tornar monocultura, promoveu a retroalimentação dos setores destinados ao abasteci mento interno, como a pecuária e a agricultura de alimentos. Nesse contexto, houve, em grande medida, a permanência da estrutura material das propriedades rurais, bem como limitada alteração da estrutura fundiária. Diante da diversificação das ativid ades econômicas, inclusive no meio urbano, a maior porcentagem das pessoas continuou a se dedicar a profissões agrícolas - lavradores e criadores. A maior parte da riqueza dos proprietários permaneceu no campo. Diante dos reveses do mercado, boa porç ão dos resultados da produção foram guardados ou investidos em imóveis. No período estudado (1890-1920), o município de Franca, região fronteiriça, servia de aceiro às forças avassaladoras da cafeicultura monopolista. Os fazendeiros da região assimil aram com parcimônia o empreendedorismo dos paulistas, sem relegar o comedimento das tradições. O processo de modernização do campo foi controlado, ponderado no limiar entre o novo e o velho.
Minha Conta