Imprensa e Escravidão: Política e Tráfico Negreiro no Império do Brasil ( Rio de Janeiro, 1822-1850 ) Código: 742608

  • Alain El Youssef
INTERMEIOS
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 7 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Alain El Youssef
ISBN9788584990597
Numero de Páginas328
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraINTERMEIOS
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

Os trabalhos que trataram da escravidão e do tráfico negreiro no Império do Brasil em geral postularam que ambos os temas não haviam sido discutidos publicamente entre a emancipação política, em 1822, e a formação do movimento abolicionista, no final da década de 1860. De acordo com esse pressuposto, teria predominado nesses pouco mais de quarenta e cinco anos um silêncio com relação ao cativeiro, como se ele fosse aceito por praticamente toda a sociedade brasileira. O livro de Alain El You ssef revisa essa interpretação. Por meio de uma análise pormenorizada da imprensa do Rio de Janeiro, o autor desmistifica o tempo vazio e homogêneo que a historiografia anterior havia criado sobre o tráfico negreiro e a escravidão, mostrando como os dois assuntos foram constantemente debatidos nos espaços públicos da capital do Império. A partir do conteúdo desses impressos, o livro destaca como a imprensa teve papel central para a formação dos partidos políticos e para a concretização de uma po lítica do contrabando negreiro no Brasil da primeira metade do século XIX.
Minha Conta