Linguajar Verde-oliva, O Código: 725632

  • Célia Rodrigues Gusmão
PRISMAS
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 25 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Célia Rodrigues Gusmão
ISBN9788568274958
Numero de Páginas165
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraPRISMAS
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

O linguajar militar usado pelos integrantes de quartéis do Exército causa bastante estranhamento aos brasileiros desacostumados a esse vocabulário, quando com ele estabelecem um primeiro contato. Palavras simples e corriqueiras assumem novos signific ados e nem sempre são o que parecem. É o caso de azeitar, cotonete e rolha, só para citar alguns exemplos. Estranheza ainda maior enfrentam os militares estrangeiros, quando se deparam com o jargão da caserna, pois dele fazem parte não só os termos técnicos, mas também a gíria militar e as inúmeras siglas e acrônimos que caracterizam a fala diária dos integrantes de quartéis e de organizações militares. Este livro pretende servir de auxílio aos recém ingressados no Exército Brasileiro, e també m àqueles que lecionam a militares estrangeiros em missão no Brasil ou no exterior, pois descreve como se configura esse léxico tão específico e apresenta um glossário com os principais termos e siglas empregados na fala cotidiana das instituições ve rdeoliva.
Minha Conta