Últimos Dias de Pompeo, Os Código: 742424

  • Andrea Pazienza
VENETA
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 6 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Andrea Pazienza
ISBN9788563137753
Numero de Páginas136
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraVENETA
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoCapa dura
OrigemNacional

Sinopse

"O italiano Andrea Pazienza precisou de pouco tempo para conseguir seu lugar entre os maiores arti stas da história dos quadrinhos. Aos 32 anos era já o quadrinista mais bem pago da Itália e estava em todas as melhores revistas de HQ do país. Era dis putado pelos mais célebres músicos e diretores de cinema do país para fazer cartazes e capas de disco. Fez o cartaz de Cidade de Mulheres, de Fellini, por exemplo. Escrevia um novo fi lme com Roberto Benigni. Pazienza era uma espécie de rockstar. E a cabara de lançar o que era considerado sua obra-prima: “Os últi mos dias de Pompeo”, que descreve os últi mos momentos de um arti sta viciado em heroína. Então, menos de um ano depois do lançamento de Pompeo, Pazienza é encontrado morto, víti ma de u ma overdose de heroína. A tragédia só deu maior amplitude ao mito. Hoje o autor é cultuado como o símbolo de uma geração brilhante da cultura e do pensamento revolucionário italiano. Músicas, poemas, romances e fi lmes foram dedicados a ele. Ele dá n ome a diversos centros culturais, escolas, teatros e bibliotecas. Uma praça em Roma tem seu nome, e uma rua em Nápoles. “Os últi mos dias de Pompeo” fi cou como se fosse uma espécie de autobiografi a. Mas é muito mais que isso: uma das obras mais imp ressionantes da história dos quadrinhos, na qual a erudição e virtuosismo se misturam com o humor mais alucinado. Uma obra prima."
Minha Conta