Pluralidade Linguístico-cultural em Universidades Sul-americanas: Práticas de Ensino e Políticas Linguísticas Código: 742232

  • José Carlos Cunha
PONTES
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 10 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • José Carlos Cunha
ISBN9788571137691
Numero de Páginas266
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraPONTES
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

Se nos damos, por um lado, como base e como horizonte de referência, que a educação deve implementar os valores fundamentais dos direitos humanos e, fazendo isso, educar explicitamente e pelo exemplo para esses valores, então levar em conta positiv amente a pluralidade dos humanos e das sociedades através da pluralidade linguística deve constituir um eixo forte de política educativa. E se estamos de acordo para dizer, por outro lado, que a missão do ensino universitário, fundamentado na pesquisa, é uma missão de educação a conhecimentos científicos e éticos que devem substituir crenças erradas e muitas vezes perigosas, que essa missão tem pois uma função de crítica social e de emancipação dos indivíduos, os especialistas das questões (socio)linguísticas e glotodidáticas devem afirmar a importância da pluralidade linguística na Universidade. É o que fazemos através das pesquisas que realizamos, dos conhecimentos que elas produziram, que nós divulgamos nessa obra et que continuaremos a difundir por outros meios – a começar pela formação dos futuros professores, por um trabalho junto às instâncias de nossas universidades, sem deixar de lado a educação popular e o grande público. (Préface p.19)
Minha Conta