Entre Aspas - Vol.2 Código: 724124

  • Fernando Eichenberg
L&PM
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 20 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Fernando Eichenberg
ISBN9788525434081
Numero de Páginas480
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraL&PM
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

"Para o correspondente internacional Fernando Eichenberg, uma entrevista é muito mais do que a busca por declarações bombásticas ou por opiniões sobre um assunto da hora. É, sim, um evento antecedido por cuidadosa preparação e muita pesquisa, que res ultam num mergulho na obra do entrevistado. Assim, e somente assim, se pode estabelecer um clima de conversa íntima, por vezes amistosa, em que o entrevistado relaxa a ponto de fazer reflexões significativas sobre o próprio trabalho e a sociedade. Ma s, apesar dos preparativos, é ainda um momento fugaz e imprevisível: não há volta para a decisão de fazer ou não uma pergunta e a conversa sempre pode tomar um rumo imprevisto – ou não render como o imaginado. As trinta entrevistas aqui reunidas são fruto da longa experiência do jornalista aliada a uma profunda consciência quanto à delicadeza do ofício, e merecem um lugar muito além das páginas dos periódicos em que foram publicadas. Elas nos revelam, por exemplo, que a infância vivida observan do o cotidiano no pequeno hotel administrado por seus pais foi de suma importância para suscitar o interesse de Pina Bausch pelo drama humano. Que o controverso escritor Michel Houellebecq, autor de Partículas elementares, não resistiu ao massacre e desligou a tevê após o 4º gol da Alemanha no dia da partida contra o Brasil na Copa de 2014. Ou ainda que foi por uma jovem brasileira que Charles Aznavour se apaixonou pela primeira – e talvez única – vez. Ou que, para Elisabeth Roudinesco, o Brasil é provavelmente o país mais freudiano neste início de século XXI. A maioria dos entrevistados são artistas, como os atores Charlotte Gainsbourg e John Malkovich, os autores Sempé e Robert Crumb, os cantores Aznavour e Michael Stipe mas há também p ensadores como Luc Ferry, e até políticos, como Robert Badinter, ex-ministroda Justiça francês responsável pela abolição do uso da guilhotina. Embora se trate na grande maioria de entrevistas realizadas em solo europeu com personalidades europeias, o s entrevistados têm em comum compaixão e genialidade, o que faz deste, mais que uma leitura importante e deleitável, um livro capaz de renovar nosso encanto pelas realizações humanas."
Minha Conta