Por Quem as Rosas Fala: e Outros Ensaios Sobre Samba e Carnaval Código: 750295

  • Bruno Filippo
NOVATERRA EDITORA
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 12 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Bruno Filippo
ISBN9788561893729
Numero de Páginas212
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraNOVATERRA EDITORA
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

Por Quem as Rosas Falam E outros ensaios sobre samba e Carnaval Para além da coincidência histórica, o centenário do samba encontra neste livro uma referência para amantes do gênero, escritores, jornalistas e pesquisadores. Em ensaios escritos em est ilo elegante e fluente, Bruno Filippo aborda diversos temas que perpassam o século do gênero que transformou a identidade brasileira. A estrutura de “Por quem as rosas falam - E outros ensaios sobre samba e Carnaval” está delineada já no subtítulo. D ividida em duas partes, a obra separa o que, no início, esteve unido pelo umbigo: o samba e o Carnaval carioca, especificamente as escolas de samba, e mostra como ambos se foram afastando com o tempo, sem que perdessem por completo o contato. Conform e nota Alberto Mussa na apresentação, Bruno Filippo é dono de um texto polêmico e provocador, aliando nele a síntese do jornalista com a argúcia analítica do sociólogo. Alguns ensaios têm alta voltagem, capazes de eletrocutar o leitor identificado co m tendências políticas à esquerda e à direita. Como aquele em que, esmiuçando a relação entre poder político e Carnaval, desvela o apoio de dirigentes das escolas de samba a um bispo de igreja neopentecostal que se elegeu prefeito do Rio de Janeiro, ao passo que cantores de samba declaravam voto no adversário socialista. Ou a revelação, oposta ao senso comum, de que o propalado profissionalismo do Carnaval carioca é uma falsa consciência. Para Lula Branco Martins, “Bruno tem gosto pela polêmica, pelas lógicas inconclusas, pelos temas abertos, pelas ideias que geram ideias, que geram ideias, que geram ideias.” “Por quem as rosas falam” é a culminância, para o autor, de duas décadas dedicadas à cobertura carnavalesca em diversos meios de comu nicação. Bruno Filippo é jornalista, sociólogo e professor universitário nas áreas de Cultura Brasileira, História Moderna, Teoria Política e Comunicação Social. Trabalhou no Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), no jornal O DIA – no qual foi coluni sta por oito anos – e, atualmente, é comentarista da Rádio Bandnews FM. Em 2011, foi escolhido para participar do Conselho da Cidade do Rio de Janeiro – um fórum consultivo que auxilia a prefeitura da cidade em questões estratégicas. Trabalhou no rot eiro do documentário “82 minutos”, de Nelson Hoineff, sobre os preparativos da Portela para o Carnaval de 2015.
Minha Conta