( Des ) Aprendizado de Si, O: Transexualidades, Interação e Cuidado em Saúde - Coleção Antropologia e Saúde Código: 730707

  • Rodrigo Borba
FIOCRUZ
FracoRegularBomÓtimoExcelente Sem avaliação
à vista no boleto bancário

Este produto será entregue por um de nossos parceiros

Produto Sob Encomenda: Este produto não está disponível para entrega imediata e será encomendado junto à editora. Previsão de postagem em até 30 dias úteis + tempo de transporte (conforme frete escolhido), após a confirmação do pagamento.
Avalie o produto:
Excelente

Características do Produto

Autor(es)
  • Rodrigo Borba
ISBN9788575414743
Numero de Páginas244
Numero de Edição1
Ano de Edição2016
EditoraFIOCRUZ
Ano de Publicação2016
EncadernaçãoBrochura
OrigemNacional

Sinopse

Bianca e Leandro formavam um casal. “Bianca exibia um corpo com formas arredondadas decorado por vestidos, maquiagem e saltos altos, mas ainda tinha o pênis Leandro usava faixas para apertar os seios e uma meia enrolada na cueca para fazer volume na s calças. Uma mulher com pênis um homem sem? Um menino vira mulher e namora uma menina que vira homem? Ela é ele? Ele é ela?” Do choque inicial veio a motivação para o trabalho de doutorado sobre candidatos/as ao processo transexualizador em um serv iço de um hospital público. Nessa pesquisa, o professor da UFRJ Rodrigo Borba encontrou um flagrante descompasso entre o que os serviços de saúde entendem como transexualidade e as variadas formas como as pessoas transexuais efetivamente vivenciam su as identidades no cotidiano. Como consequência, persistem obstáculos discursivos para uma atenção integral e humanizada à saúde de sujeitos transexuais. O autor defende que se reaprenda a cuidar da saúde de sujeitos transexuais, respeitando-os efetiv amente como pessoas e valorizando as formas particulares de se vivenciar a transexualidade. Respeitando e valorizando, em especial, “quem podemos ser, para além das normas convencionalizadas sobre nossos corpos: um desafio cotidiano em nossos tempos” , conforme lembra o também professor da UFRJ Luiz Paulo da Moita Lopes, orientador da tese que originou este novo volume da coleção Antropologia & Saúde.
Minha Conta